Estrada da Vida. Qual a sua rota?


Por: Adriana Guimarães |

Hoje eu quero falar sobre a estrada, caminho o qual se percorre durante toda uma vida. Durante a nossa existência terrena, sempre estaremos numa estrada, não temos outra opção a não ser está em um caminho!  E essa escolha de; estar ou não estar, deixa de existir, apenas quando morremos, aí sim saímos da estrada e chegamos num destino. Até lá, teremos que trilhar, permanecer na estrada.
Em qualquer estrada haverá trechos de difícil acesso, como também locais fáceis de percorrer. Há também, no caminho, várias placas de sinalização e em alguns lugares não haverá. Prosseguiremos por intuição ou por saber a onde queremos chegar.

Na estrada também encontraremos andarilhos sem destino; encontraremos carros quebrados e também cadáveres. Mas que caminho é esse? É a estrada da vida. 

Quem está vivo certamente está nessa estrada. Mas qual seu destino? Céu ou inferno? Muitos ainda não sabem, outros não se importam, mas há aqueles que tem certeza a onde vão chegar.

Existem Três tipos de pessoas e dois destinos: A primeira pessoa é aquela que pouco se importa aonde chegará, ela quer apenas curtir a viagem e acaba se distraindo com o que vê no percurso e termina perdendo a rota. Também há aquelas pessoas que sabem que o seu destino não é nada bom, mas preferem arriscar. E por fim, tem aqueles que têm convicção e sabem o que querem, e vão fazer de tudo para chegar a Canaã. Esse caminho é o mais difícil de todos: estreito e apertado. Realmente só optam por essa estrada, pois tem a plena certeza que ao final dela estará na terra prometida, a terra dos sonhos, a casa do Pai... E, portanto, não se arriscam em aventuras, mas usam o GPS (Jesus) para não errarem o caminho.



A Bíblia fala que há dois caminhos: o largo que leva a morte eterna e o estreito que conduz à Salvação (Mt 7:13-14). E quem nos conduz por esse caminho se chama Cristo (Jo 14:6). O interessante e também irracional, é que mesmo sabendo a diferença entre esses dois caminhos, muitos optam em seguir para a morte eterna. Sabe por quê? Porquê é mais divertido, mais prazeroso, mesmo que momentaneamente. Enquanto o outro é árduo, e exige esforço!
Nessa estrada, chamada vida, encontramos muitos que desistiram e ficaram pelo caminho, mas muitos mesmo! Incontáveis, aos olhos humanos, mas conhecidos por Cristo.
Quem se aventura na estrada, sabe que no final há uma fronteira com uma alfândega e com regras bem específicas para se entrar nesse novo país.

Primeiro passo: Você precisa escolher o destino de sua viagem, a aonde você quer chegar. Céu ou inferno?

Segundo passo: Você precisa de um passaporte. Quem já viajou para outro pais sabe que você só pode entrar, caso você tenha esse documento. Esse passaporte é Cristo. 

Terceiro passo: Ao sair do seu país e ao entrar em outra nação sua bagagem é vistoriada, para ver se não há algo em suas malas que impeça a sua entrada. O que você tem transportado em sua mala? Em sua vida? Então selecione a sua bagagem.

Quarta regra: Você precisa do visto das autoridades competentes para entrar em outro país. Trata-se de um aval, uma concessão dada a você, para que possa atravessar as fronteiras. Caso você não esteja de acordo com as exigências para a entrada no país, você ouvirá:

"Em verdade vos digo que vos não conheço" (Mt 25:12). "E o seu senhor lhe disse: Bem está servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor" (Mt 25:21). 
"Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos” (Mt. 25.41).
Quando embarcamos nessa viagem precisamos ter em mente que precisaremos  seguir esses quatro passos. Caso contrário você sairá da onde está, mas não chegará ao único país que nos espera, mas irá para o submundo, local de choro e ranger de dentes, sofrimento eterno!

"Lá haverá grande lamento e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaque e Jacó, bem como todos os profetas no Reino de Deus, mas vós, porém, absolutamente excluídos"
(Lc 13:28).
“E ali haverá uma estrada, um caminho, que se chamará o caminho santo; o imundo não passará por ele, mas será para aqueles; os caminhantes, até mesmo os loucos, não errarão” (Is 35:8).
Tudo pronto para a viagem? Cheque os requisitos acima, avalie prioridades, selecione os itens os quais você levará em bagagem. Passaporte pronto? Então é só decolar!
Senhores passageiros afivelem os cintos e boa viagem!



Política de privacidade

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site

My Instagram