Vença a incredulidade



Por: Vinicius Maciel

A oração é o nosso contato direto com Deus, é uma das formas que nos faz exercer a nossa fé. Quando oramos reconhecemos automaticamente que Deus pode executar o que pedimos e que ele nos escuta, certo? Errado!

Não posso responder por você, mas me coloco no seu lugar para dizer que em alguns momentos, não temos a fé necessária em Deus nas orações, isso porque imaginamos como ele irá fazer, e esperamos que tudo aconteça conforme a nossa vontade. 

Na bíblia, os próprios discípulos que andaram com ele e vivenciaram os seus milagres, tiveram dificuldades para crer apenas nas palavras. 

Pedro, ainda que constrangido, não creu quando Jesus disse que o próprio o negaria 3 vezes.

33 Respondeu-lhe Pedro: “Ainda que venhas a ser motivo de escândalo para todos, eu jamais te abandonarei!” 34 Replicou-lhe Jesus: “Com certeza te asseguro que, ainda nesta noite, antes mesmo que o galo cante, três vezes tu me negarás”. (Mt 33:34)

Mas o Cristo que sabe de todas coisas, como sempre estava certo:

"Estando Pedro embaixo, no pátio, uma das criadas do sumo sacerdote passou por ali. Vendo Pedro a aquecer-se, olhou bem para ele e disse: "Você também estava com Jesus, o Nazareno". Contudo ele o negou, dizendo: "Não o conheço, nem sei do que você está falando". E saiu para o alpendre. Quando a criada o viu lá, disse novamente aos que estavam por perto: "Esse aí é um deles". De novo ele negou. Pouco tempo depois, os que estavam sentados ali perto disseram a Pedro: "Certamente você é um deles. Você é galileu!" Ele começou a se amaldiçoar e a jurar: "Não conheço o homem de quem vocês estão falando!" E logo o galo cantou pela segunda vez. Então Pedro se lembrou da palavra que Jesus lhe tinha dito: "Antes que duas vezes cante o galo, você me negará três vezes". E se pôs a chorar."

Leia também:

Além deste exemplo, ainda com os discípulos, em sua ressurreição, Jesus também se deparou com a incredulidade. Mesmo narrando a própria história, inclusive o fim, aos seus discípulos, eles custaram a acreditar que de fato Jesus iria ressuscitar.

12 Depois disto, Jesus apareceu, numa forma diferente, a dois de seus discípulos que estavam caminhando em direção ao campo. 13 Eles voltaram e contaram aos outros discípulos, mas estes novamente não acreditaram no que eles disseram.
14 Mais tarde Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo. Ele os repreendeu pela sua falta de fé e pela sua teimosia, pois não tinham acreditado nas palavras daqueles que o tinham visto ressuscitado. (Marcos 16:12-14)

Se os discípulos que vivenciaram tudo com Jesus, tinham dificuldade em crer na sua palavra, conosco não é diferente. Porém devemos buscar através destes exemplos, fortalecer a nossa fé e acreditar que Deus de fato, não é homem para que minta. 

Devemos rejeitar a nossa forma humana e carnal para viver no espiritual. Os discípulos agiram como pessoas comuns, normais e limitadas nesta passagem, mas o erro deles serviu para que nós viéssemos a enxergar onde estão as nossas falhas e o que devemos superar para seguir a Cristo, neste caso, a incredulidade. 

"Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro.
Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome." 
João 20:25-31

Trouxe essa mensagem, não para apontar erros dos discípulos, mas para que venhamos pôr os pés no chão, e orar com fé,  sabendo que Deus nos ouve mesmo que não haja sinal algum. pois Ele já provou e prova que é poderoso em todos os seus feitos, do menor ao maior.

My Instagram