Cicatrizes, que marcas são essas?


Por: Mônica Kmieczik

Tive uma infância muito divertida, joguei bola, soltei pipa, subi muros e peguei frutas no pé.
Também brinquei de pular elástico, bambolê, pega-pega... Entre outras coisas que as crianças de hoje em dia não têm ideia do que estou falando. Que pena, por que são brincadeiras muito legais. Lembro-me certa vez que levei um tombo de bicicleta, gente vocês não têm ideia de que tombo foi esse kkkkkk. Tombo que me levou a nunca mais andar de bicicleta até hoje, me rendeu algumas escoriações e consequentemente cicatrizes.

Imagino que na época decidi não andar mais de bicicleta porque assim evitaria novos tombos, novas dores e novas escoriações.

Estou compartilhando essa experiência com vocês para podermos falar de nossas dores.
Creio que neste momento você deve estar passando por algum momento difícil que te traz no coração um desejo de desistir, voltar atrás e retroceder.

 Até hoje eu penso: deveria ter insistido na bicicleta, é bom andar de bicicleta e gostoso, mas me amedrontei no primeiro tombo mais forte. Sabe, tive outros tombos em outras brincadeiras, mas não desisti e isso me traz a memória muitas lembranças legais e engraçadas, ri muito com amigos e dependendo da situação ainda rimos...

Acho que a melhor cicatriz é a do coração, é a ferida que mais dói, atinge todo o corpo e até a mente, perdemos a força. Esse ferimento sangra através dos olhos e não é vermelho, não conseguimos fazer curativo e quando tentamos dividir com alguém, infelizmente a pessoa não consegue ter a ideia de quanto está doendo e ainda não existe remédio para tirar a dor até que seque e cicatrize.

É isso que pensamos não é? Porém, quero te lembrar do maior e melhor remédio que existe, o amor do Pai. Deus tem o óleo que sara, traz a cura. Mas para que isso aconteça precisamos ir até Ele e pedir o remédio, gostaria que nesse momento você começasse a olhar para seu passado. Lembra aquela vez que você estava passando por dificuldades e chorava muito? Doía tanto, parecia que nunca iria passar e hoje passou e essa dor se transformou em uma cicatriz que não dói mais e você ainda a usa para ajudar outras pessoas. Aquilo que era feio se torna bonito e ainda produz frutos lindos.

Sabe enquanto escrevo esse artigo lembro de algumas cicatrizes que ninguém gostaria de tê-las, mas essas cicatrizes mostram o maior amor que existiu e ainda existe.

Quando Jesus foi crucificado, suas feridas foram as piores e mais feias, pois ali estavam a marca do nosso pecado, porém, suas feridas se transformaram em cicatrizes que nos trouxeram a salvação. A dor que que você está sofrendo hoje poderá levar alguém a salvação quando se tornarem cicatrizes, não pare, ainda não é o momento de você desistir.

Se você desistir hoje, muitos poderão se perder, lembre-se Deus poderá te dar as nações como herança (Salmos 2;8). Deixe as feridas sangrarem e serão curadas, deixe as feriras se curarem e serão marcas de vitória, deixe as vitorias nascerem e Jesus será glorificado.

Cicatrizes são marcas de guerras vencidas!




Vem ler mais textos meus.
Será uma honra receber a sua visitinha
Acesse aqui 

My Instagram