Um Deus que ama e corrige



Por: Ádila Paixão

Não existem palavras que possam descrever por completo o amor de Deus. Em João 3:16 podemos ver tal profundidade e dedicação, esse amor teve uma expressão incomparável quando Jesus ofereceu sua vida para nos salvar, alcançando a todos por igual, sendo nós ainda pecadores. Só uma pessoa excepcional, como Ele, poderia nos dar este presente!

Como é bom ser amado não é mesmo?

Porém quem ama cuida, zela, protege e também corrige quando necessário. Há um ciclo de pessoas no qual não queremos sair de perto, porque sabemos que nos amam, são eles nossos irmãos, amigos, parentes, namorados, cônjuges, pai e mãe.

O último exemplo acima merece uma observação, porque o amor de mãe é especial, vejo como um reflexo do profundo amor de Deus, digo reflexo porque o amor de uma mãe pode perder o vigor, mas o do Senhor não.

 “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim. ” (Isaías 49:15,16)

Tenho pensando tanto nesse amor inesgotável, no dia-a-dia vejo cuidados minuciosos de Deus na minha vida, nos momentos difíceis quando fecho os olhos posso sentir o toque das suas mãos me colocando no colo e a sua voz suave dizendo: “minha pequena Eu estarei sempre com você! ”

Não existe sensação melhor no mundo que sentir a presença de Deus, agradeço todos os dias por Ele ter morrido por mim, porque não sou digna de tanto amor. A cicatriz nas mãos, foi e sempre será a melhor prova de amor!

My Instagram