O valor da graça


Por: Luana Vasconcelos


“E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. ”
2 Coríntios 12:9

Paulo era  um moço que perseguia o povo de Deus, até o momento que o próprio Deus teve um encontro com ele. Daquele dia em diante,  já não era Saulo de Tarso, mas sim, Paulo. Um homem regenerado, temente e valoroso perante ao senhor.

Um homem que foi usado poderosamente por Deus para pregar as boas novas de salvação, percorreu por vários lugares, foi preso, maltratado, tudo pela causa do evangelho.
Um homem marcado pelas revelações da palavra que Deus o concedia. Porém, em coríntios, ele relata sobre algo que pesava em seu coração.

Ele fala que foi colocado em sua carne um espinho, para que ele não se gloriasse nos feitos que ele havia realizado, em nome de Jesus. O que esse espinho significa, a bíblia não nos deixa claro, mas pode ser uma fraqueza ou até mesmo uma enfermidade. E ele continua dizendo que já tinha orado por três vezes para que isso fosse tirado dele, mas ganhou como resposta do senhor que somente a Graça de Deus o bastava.

Podemos até dizer que Paulo merecia ser atendido, mas meditando na palavra do Senhor e observando quão falhos somos, mesmo fazendo diariamente toda obra, a qual Deus nos designou, não somos dignos de nada. A maior benção ou milagre que já recebemos é a salvação, o perdão pelos nossos pecados, ter o direito de ter um contato com o pai após aquele véu se rasgar, e não éramos merecedores disso, éramos e somos meros pecadores.

Por mais que nossas fraquezas, dores, angustias, venham nos tirar a força e até nos levar a fazermos aquelas orações que parecem um grito de socorro ao nosso Deus, mas o que é confortante, é que sabemos que antes de acordarmos de manhã, ele já providenciou para nós, a medida certa de força para conseguirmos vencer toda dificuldade, luta ou desânimo que vamos enfrentar durante o nosso dia. A cada amanhecer, ele renova as forças daqueles que repousam sua confiança nele.

E que nunca venhamos  a nos esquecer: se Deus não nos conceder a cura ou algum outro milagre, ele ainda é digno de nossa gratidão e merecedor de nosso melhor.


My Instagram