Desça daí!



Por: Adriana Guimarães

Há, aproximadamente, dois mil anos, Jesus trabalhou, comeu, dormiu, conversou e se divertiu em uma época e em lugares específicos, com costumes e tradições diferentes das nossas. Foi sentenciado à morte e crucificado em uma colina nos arredores de Jerusalém. No terceiro dia, ele ressuscitou para subir aos céus.

Nessa andada pela terra, Jesus observou, vários, encontros e desencontros, lógico que, Ele já sabia de tudo que aconteceria!  Quero lhe falar, de um personagem que entrou para a história e que até hoje é contada em sermões por todo mundo. Conhecem Zaqueu? Iremos falar sobre três pontos ocorridos no primeiro encontro de Zaqueu com Jesus.

A história desse homem começa em Jericó, cidade na província da Judeia, no vale do rio Jordão. Jericó era uma cidade que possuía muitas áreas verdes, plantações e, também, local onde ocorreram as derrubadas das muralhas. (Lucas 19:1-10).

Durante o domínio de Roma sobre a Judeia, havia os Publicanos, os quais eram os cobradores de tributos naquela época. Eles e seus familiares eram repudiados pelos Fariseus, pois eram considerados traidores, e ladrões.
Zaqueu por sua vez era Judeu e conhecia as Leis de Moisés e dos Profetas, e quando criança foi apresentada no Templo e foi circuncidado. Mas com o passar do tempo o Judaísmo já não era o mesmo. Estava corrompido. Assim Zaqueu também se corrompeu! Aliou-se a Roma, tornando-se um Publicano.

Entretanto, Zaqueu no intimo do seu coração, sentia a falta da comunhão


perfeita e agradável com o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, pois ele conhecia bem a palavra de Deus. "E procurava ver quem era Jesus, e não podia, por causa da multidão, pois era de pequena estatura. E, correndo adiante, subiu a uma figueira brava para o ver; porque havia de passar por ali." Lucas 19:3-4.

Quando o ser humano toma a atitude mínima de ver quem é Deus, verdadeiramente em seu coração, é o próprio homem quem acaba por ser encontrado. Esse é o ponto de partida para uma intimidade conosco, face a face, e isso significa está numa mesma estatura! (Ef 4:13)

Zaqueu era um homem rico, mas com uma vida desnivelada diante do Senhor. Mas quando ouviu falar de Cristo, algo gerou dentro dele. Uma inquietação inexplicável!

Foi aí, que na primeira oportunidade de conhecê-lo investiu tudo que podia para esse encontro! Jesus estava pela redondeza! Pensou Zaqueu!
Imagino ele percorrendo em meio as ruas a procura do Messias. A multidão era intensa, decidiu, então, subir na Figueira e lá debaixo, o Senhor o avistou! E disse: “Desce Zaqueu que hoje convém pousar em sua casa!”.

Bom, agora vamos entender melhor

Bom, muito bom! Vou te falar sobre três pontos nesse encontro:

Primeiro: “Figueira” - Tem algo extraordinário nessa árvore! Você sabe o que a diferencia das demais? Com o passar dos anos, quando chega à velhice, uma nova figueira brota dentro dela mesmo! E nasce uma “nova” árvore! Isso mesmo! EXTRAORDINÁRIO! Precisamos nos renovar! Devemos estar  dispostos a sermos restaurados das nossa incapacidades.
Vale lembra que a figueira do qual texto fala, tratava-se de uma figueira “brava”, ou seja, não dava frutos. Você é uma figueira frutífera ou estéril?  Deus se interessa por árvores que deem frutos, pois as que não frutificam são lançadas fora! (Mt 7- 18-20). O nosso lema deve ser: RENOVAR E FRUTIFICAR!

Segundo: “Descer” - Deus quê ter um relacionamento com homem num mesmo patamar! Estatura de Varão perfeito! Isso se chama "comunhão". Zaqueu, teve que descer, para ter um encontro com o Senhor! Descer significa reconhecer que não somos nada! Simboliza humilhação, dependência e obediência. Que Ele cresça e que eu diminua!

Terceiro: “ir pousar em sua casa” - Quando entendemos a nossa real posição, o Senhor passa a fazer morada em nossas vidas! Primeiro Ele nos escolheu, entrou em nosso coração e fez morada, isso se permitirmos a sua entrada, sendo assim, Ele habitará em nós! A partir daí, toda família é alcançada (Ap 3:20). Maravilha!

Aqueles que reconhecem a Jesus, como Senhor e Salvador, são transformados em seu caráter, e passam a desfrutar uma nova vida! Os quais se tornam "ex-alguma coisa", pois ao abrirem o coração para Cristo, tornam-se Filhos de Deus.

Pode ser: um "ex-angustiado (a)"; um "ex-mau marido"; uma “ex-mau esposa” ou um "ex-mau filho (a)". Pode ser também um "ex-mau pai", ou uma “ex-mau mãe”, NÃO IMPORTA! Todos nós tivemos, temos ou teremos uma oportunidade para melhorar a nossa conduta moral, familiar; profissional; escolar; na igreja ou em qualquer ambiente social que estivermos.

Assim como Zaqueu você pôde declarar: “Entra na minha casa, entra na minha vida! Mexe com minha estrutura, sara todas as feridas; me ensina a ter santidade, quero amar somente a Ti, porque o Senhor é o meu bem maior, faz um Milagre em mim!” (música Regis Danese)

Fica a lição! Necessitamos refletir, sobre a necessidade de arrependimento diário em nossas vidas.

"Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça." (I João 1:8-9)

My Instagram