14 junho

A dívida já está paga

Por , na sessão





Por: Miguel Angelo - 

“Pelo cumprimento dessa vontade fomos santificados, por meio do sacrifício do corpo de Jesus Cristo, oferecido uma vez por todas.” Hebreus 10:10 

Deus, em seu infinito amor, se fez carne e habitou entre nós e tomou o meu, o seu lugar, na cruz do Calvário. Aquele que não tinha pecados se fez pecado e morreu no nosso lugar pois está escrito: “Pois também Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus; (...)” (I Pe 3:18). 

Ele, Jesus, pagou a minha dívida e eu nem o conhecia e nunca o havia visto. Mas, todos os dias, Ele me vê e me convida para conhecê-lo, como é bom saber que a dívida que eu tinha já foi paga, meu irmão e minha irmã, não é necessário mais sacrifício, como diz em Hebreus 10:10, o sacrifício foi feito de uma vez por todas, o preço já foi pago, imagine que loucura você chegar a um restaurante e pedir o prato mais caro, a sobremesa mais cara, e quando pedir a conta o garçom informar que a conta já está paga? Seria incrível não é mesmo, pois bem, com Jesus foi bem parecido, ELE JÁ PAGOU A CONTA, mesmo, talvez. você não merecendo, mas ele fez isso, independente do que você pense, Ele veio para que tivéssemos uma vida abundante sem nos preocuparmos com a conta do pecado, pois aquele que vive e está em Jesus, não deve mais nada. 

“Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz, e, tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruz. Colossenses 2:13-15”.

Como Paulo diz na carta aos Colossenses “Os que estavam mortos foram vivificados em Cristo”, ou seja, tudo se fez novo, o véu se rasgou, e temos livre acesso ao pai, podendo assim desfrutar de uma vida abundante e plena em Cristo Jesus. Por isso saiba e tenha certeza: Jesus já pagou sua dívida com Deus, não tem como voltar atrás. O sangue de Jesus já foi derramado. Agora, cabe a você, aceitar esse presente tão maravilhoso, essa dádiva que Deus nos proporcionou e apenas perguntar: 

Quem pagou a minha dívida? 

A resposta sempre será: Jesus Cristo! Nosso Único Fiel e Suficiente Salvador!
13 junho

Para o Abba nada é impossível

Por , na sessão

Por: Jaqueline Cristine|
Desde de antes de tudo existir Ele é e sempre será, Cristo é a Palavra do Pai. Quando paro para pensar na soberania de Jesus eu fico maravilhada com o homem mais meigo, doce e amável que já conheci em toda a minha vida.Ele tem um jeito único de me valorizar e me amar, Ele é um verdadeiro cavalheiro .
Quando eu imagino o meu futuro marido, eu vejo muito de Jesus nele e peço ao Pai Celestial que a nossa filha encontre alguém com o caráter de Cristo, assim como eu encontrei em seu pai. Eu me preocupo com o mundo e a sociedade que meus filhos viverão e oro para que as futuras gerações aprendam a tratar e a respeitar uma mulher. Ouço e vejo várias pessoas dizendo que daqui a alguns anos tudo será pior, que a sociedade estará mais deturpada do que essa em que vivemos nos dias atuais. Mas eu prefiro ver o melhor das pessoas, assim como Cristo me ensinou. Gosto de ser otimista e acreditar que o mundo em que vivemos ainda têm jeito e que Jesus possa ser o Senhor na vida daqueles que não o conhece e habitar no coração mais endurecido e que as pessoas possam mudar.
Se a cultura do Reino de Deus Pai for estabelecida em cada lar, veremos que ainda há jeito. As nossas crianças podem ser criadas e ensinadas a luz da Palavra.
Texto de Jaqueline Cristine - meninasdosolhosdedeus12.tumblr.com
11 junho

Nós semeamos mas não colhemos

Por , na sessão


Por: Vinicius Maciel - 

Neste texto, venho trazer uma nova percepção sobre a parábola da Semeadura, contada por Jesus ao seus apóstolos. Em todas as reflexões sobre esta parábola, me coloquei como o solo. Explicando melhor, sempre me vi como receptor da semente e não semeador. Porém o Espírito Santo me mostrou um novo olhar sobre essa passagem. 
Antes de comenta-la vamos relembra-la na versão do livro de Mateus, no capitulo 13: 

Tendo Jesus saído de casa, naquele dia, estava assentado junto ao mar;


E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia.

E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear.
E, quando semeava, uma parte da semente caiu ao pé do caminho, e vieram as aves, e comeram-na;
E outra parte caiu em pedregais, onde não havia terra bastante, e logo nasceu, porque não tinha terra funda;
Mas, vindo o sol, queimou-se, e secou-se, porque não tinha raiz.
E outra caiu entre espinhos, e os espinhos cresceram e sufocaram-na.
E outra caiu em boa terra, e deu fruto: um a cem, outro a sessenta e outro a trinta.

Mateus 13:1-8

Tenha em mente que nós somos semeadores que levamos a palavra de Deus (semente) as pessoas. O nosso objetivo pessoal tem sido converter as pessoas ao evangelho de Cristo, quando na verdade o nosso dever é propaga-lo. Como assim? Eu vou te explicar melhor. 

Jesus disse "Ide e pregai o evangelho a toda a criatura" (Mc 16:15) e não convertam todas as criaturas.  O nosso desejo de ver as pessoas se convertendo a Jesus é tão grande que acabamos confundindo as funções. Nós apresentamos Jesus as pessoas afim de que elas decidam, se querem, ou não, caminhar com ele. 

Agora eu vou te mostrar como isso pode nos prejudicar. Se o nosso dever é apresentar Jesus as pessoas nós não podemos fazer mais nada além disso, pois não usamos as nossas forças, mas as forças de Deus, pois é o Espírito Santo que convence as pessoas de que Jesus é o único e verdadeiro caminho. (João 16:7 ao 11)

Tendo esse pensamento, dificilmente nós iremos nos frustrar, não que seja errado ficar triste por alguém fazer uma escolha errada, mas é importante entender que nem todo será fértil. Talvez precise de uma semente diferente, ou uma outra técnica de plantio. 

Ao evangelizarmos nós devemos ser gratos a Deus pela missão que nos foi dada, mas dar a ele toda a glória dos frutos colhidos. Pois não estamos fazendo um favor para o reino de Deus, ou em uma competição, mas estamos seguindo a ordem natural das coisas, pois fazer o IDE é obrigação de todos os cristãos.  

Referências utilizadas
  • Mateus 13:1-8
  • Marcos 16:15
  • João  16:7-11
Dúvidas e sugestões, escreva para viniciusmaciel@ligaevangelica.com
10 junho

Um chamado de amor, feliz dia do pastor

Por , na sessão


Hoje é o dia de quem nos faz bem, puxa as orelhas e nos diverte também. Ser Pastor é simplesmente viver pelos outros, esquecer a própria dor para auxiliar o outro.
Que outro chamado que mesmo em poucas horas de convívio, faz alguém tratar o outro como um filho?

É realmente um chamado especial e de alto nível, ou seja, de uma responsabilidade imensa.  Um chamado que a cor ou condição social ,não importam, mas importa o caráter de quem se torna representante de Cristo na Terra. 

Nos orgulhamos de você, pastor e pastora, que exerce o seu chamado com amor e honestidade e principalmente como prioridade. 

Nós da Liga Evangélica vemos todos os dias, de perto, o cuidado de duas pastoras que estão conosco; a Pastora Adriana Guimarães e a Pastora Mônica Kmieczik. Elas têm as suas vidas como verdadeiro testemunho e o amor à Deus como base de suas palavras.  

Agradeço a Deus pela vida dessas duas pessoas muito especiais, que fazem parte da história da organização e de muitas pessoas, pelo Brasil e pelo mundo. Parabenizo vocês por serem o exemplo de liderança que nos faz crescer. E agradeço também a todos os pastores e pastoras que se dispõem a viver o reino verdadeiramente. Feliz dia do Pastor! 


Por: Vinicius Maciel

08 junho

O amor de Jesus é incondicional

Por , na sessão

                                

Por: Aline Barcellos - 

Deus não deixa de nos amar mesmo quando erramos e falhamos, Ele nos ama como um pai ama seus pequeninos e amados filhos, nos ama a ponto de preferir morrer em nosso lugar, de sofrer para que não pudéssemos sentir tal dor, nos ama de tal maneira como se só existíssemos nós mesmos para amar com tão grande amor, ao ponto de que se fosse preciso passar por tudo de novo Ele passaria.

Deus nos ama quando tira coisas que não nos acrescenta em nada, ama quando todos os dias nos faz lembrar a promessa que diz: "Eu vou, mas Eu volto para te buscar", Ele nos ama quando permite que passemos pelo deserto para provarmos nossa fé, dependência e amor por Ele; Deus nos amou primeiro antes que nós O amassemos.

O Criador de todas as coisas nos ama. Os nossos atos não altera o Amor dEle por nós mas aquilo que fazemos altera o amor que dizemos ter por Ele, renunciar dói mas quando lembramos que Ele preferiu deixar toda a sua glória por amor a um ser tão pequeno como nós, e que assim como Ele deixou o exemplo assim devemos fazer: renunciar tudo aquilo que nos distancia dEle, Jesus largou toda a Sua Glória e se fez carne, o Próprio Verbo se fez carne e habitou entre nós para que pudéssemos ser Reconciliados com Deus.

Jesus nos ama e devemos amá-lo com todas as forças do nosso ser, como se fosse o modelo de uma jura de casamento, devemos amá-lo, não somente em tempos bons mas também em tempos difíceis.
Cristo nos Ama e é por Ele nos amar que conseguimos ter forças para amá-lo também. O Amor de Jesus é suficiente para largarmos tudo que for preciso para segui-lo.

My Instagram