16 outubro

É hora de prosseguir

Por , na sessão



Por: Adriana Guimarães|

Cada dia que nasce será um dia a menos de existência terrena. A cada dia que se passa teremos mais tempo vivido, e consequentemente menos tempo de vida.

Mas o que você tem feito de seus dias e do seu tempo? 
Você Já parou para pensar que a maturidade traz experiências, mas também quer dizer que o tempo está passando, e que nos resta menos tempo que ontem? Ou seja, o nosso tempo vai reduzindo, e com isso, teremos menos tempo para se investir em nós mesmos.

Como tudo na vida passa, assim também o tempo passa! Precisamos trazer mais qualidade ao tempo que temos para viver, e não ficarmos chorando por aquilo que já passou! O que passou não volta mais! Mas o que passou pode nos mostrar onde acertamos ou erramos, ou onde poderemos chegar.

Precisamos, na verdade, tomar decisões:  Permanecer no erro ou mudar com os erros! Mas o problema mora bem aí! E se chama: ARREPENDIMENTO!

Reconhecer que errou, para muitos, pode significar sinal de fraqueza, mas acredite,  reconhecer o erro, na verdade, é um ato nobre e para os fortes, e nada  tem haver com fraqueza, mas sim,  sinal de maturidade.


Reconhecer que precisamos mudar, vai muito além de, apenas palavras, mas sim o que chamamos de "Metanoia", ou seja, mudança de atitude.
“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”. 2 Co 5:17.
Metanoia é uma transliteração da palavra grega μετάνοια. Foi traduzida muitas vezes na Bíblia como arrependimento, enquanto a expressão em português “arrepender-se” está muito mais ligada à reação emocional por se ter cometido um erro. A expressão “metanoia”, representa uma mudança na forma de pensar e consequentemente na forma de agir, ou seja, metanoia expressa uma transformação de atitude causada pela mudança em nossa forma de pensar.

Muitas pessoas estão presas no passado, remoendo e lamentando o que aconteceu ou deixou de fazer, e não percebem, ou não querem perceber, que só estão perdendo tempo!

Se liberte do passado, recomece! Já tentou? Não? Ou tentou e não conseguiu? Talvez você precise de ajuda! Jesus é o único que pode nos libertar do passado e garantir um futuro de sucesso.
Você sabia que o diabo usa o nosso passado para nos acusar? Você também sabia que há uma grande parcela de pessoas que não conseguem vê o presente que o futuro está nos preparando?
Você sabia que muitas pessoas estão presas no passado remoendo o que passou, e deixam de viver o presente, e não planejam o futuro?

A forma que você lida com o seu passado irá determinar o seu presente, e consequentemente o seu futuro. Viver um presente com mais consciência, significa ter um futuro mais organizado, e para isso você precisa, além de superar o passado,  tomar uma decisão: reconhecer que sem Cristo nem você nem eu, somos capazes de fazer um bom planejamento para o futuro, pois só Ele tem a capacidade de nós orientar, de nos ajudar a superar os nossos medos, e só Ele pode mudar a nossa História!

Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho? Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai, senão por mim (João 14: 5-6).

Use o seu passado para vencer seu presente e conquistar o seu futuro!
Deus abençoe!




10 outubro

USAMN| O Ataque Feminista ao Projeto de Deus

Por , na sessão


Publicado em:
umsocorroameianoite.com.br 
Por:Kristen Clark

O feminismo é um movimento para todas as mulheres!
Já ouvi essa declaração centenas de vezes. Recebi dezenas de e-mails e comentários de jovens cristãs declarando coisas semelhantes.
Mas é verdade? O feminismo moderno é realmente um movimento para todas as mulheres? Porque se for, eu certamente não estou incluída. Todos essas mulheres que foram rejeitadas na “Marcha das Mulheres” por serem pró-vida não se sentem incluídas.
Independentemente de como o feminismo é definido de forma suave no dicionário, a realidade de hoje nos diz tudo o que precisamos saber. O feminismo moderno é um ataque direto ao design de Deus para a feminilidade. Discorda? Volte comigo no tempo para descobrir pelo que algumas das fundadoras desse movimento estavam lutando.
Aqui está um esclarecimento sobre a Declaração do feminismo, de 1971:
O fim da instituição do casamento é necessário para a libertação das mulheres. Portanto, é significativo para nós encorajar as mulheres a deixarem seus maridos e não viverem individualmente com homens. Toda a história deve ser reescrita em termos de opressão das mulheres. Precisamos voltar às religiões femininas antigas como a bruxaria.
E confira o que a feminista Annie Laurie Gayler, disse em seu artigo intitulado “A salvação feminista”:
Vamos esquecer o mítico Jesus e olhar para o incentivo, consolo e inspiração de mulheres reais. Dois mil anos de domínio patriarcal sob a sombra da cruz deveriam ser suficientes para transformar as mulheres na salvação feminista do mundo.
E você provavelmente já ouviu falar de Gloria Steinem? Ela é a famosa líder feminista que disse uma vez: “Até o ano 2000 vamos, espero eu, criar nossos filhos a acreditar no potencial humano, não em Deus”
Estas declarações deixam muito claro.
O feminismo não é para todas as mulheres. É apenas para as mulheres que querem se comprometer com a agenda feminista.
Como mulheres cristãs, é tempo de pararmos de tentar defender o feminismo e entender o que ele realmente é: um ataque direto ao design de Deus para a feminilidade.
Quer você queira ou não admitir isso, o feminismo não é de Deus. Não é o projeto de Deus para as mulheres. Não está nos empurrando para a feminilidade bíblica.
E é exatamente por isso que John MacArthur (pastor, escritor e professor de Bíblia) disse:
Um dos movimentos mais devastadores e debilitantes e destrutivos em nossos dias é o movimento feminista. Ele está mudando não só o mundo, mas infelizmente está mudando a igreja. E, como resultado, a Palavra de Deus está sendo desonrada.
Por que ele sente tanto isso? Porque o mantra do feminismo é este: minha feminilidade, minha maneira.
Mesmo que esse mantra soe tão corajoso, ele rejeita completamente Deus como a autoridade.
Como mulheres cristãs, devemos escolher obedecer a Palavra de Deus antes de obedecer a qualquer outra coisa. Nossas maiores paixões não deveriam ser passar nossas vidas simplesmente lutando por nossos “direitos”, mas passar nossas vidas glorificando a Deus por nossa feminilidade.
Nosso mantra deveria ser: feminilidade de Deus, Seu caminho.
A fim de ver como claramente o feminismo está atacando o plano de Deus para a mulher, é preciso pegar a palavra de Deus e fazer uma comparação lado-a-lado. Precisamos ver o que o feminismo significa versus o que a Palavra de Deus diz.
E uma vez que Tito 2 é uma das passagens-chave para as mulheres, vamos usa-la como nosso guia. E enquanto você ler os versos seguintes, avalie honestamente se o feminismo promove ou não as mesmas ideias:
As mulheres idosas, semelhantemente, que sejam sérias no seu viver, como convém a santas, não caluniadoras, não dadas a muito vinho, mestras no bem; para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, a serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada. (Tito 2: 3-5, grifo do autor).
O que você acha? Será que isso soa como o feminismo moderno?
Vamos ampliar um pouco mais e fazer uma rápida comparação lado-a-lado (vamos focar as instruções de Deus para as mulheres jovens):
• Amar a vossos maridos (o feminismo encoraja a libertação)

• amar seus filhos (o feminismo prega o aborto)
• ser moderada (o feminismo promove o estilo de vida de “mulher selvagem”)
• ser casta (o feminismo luta pela autonomia sexual)
• trabalhar em casa (vamos ser realistas. O movimento feminista tem encorajado as mulheres a saírem de suas casas e a saírem da “escravidão” do lar)
• prudentes (o movimento feminista é cercado de raiva e amargura)
• sujeitas ao marido (se há uma coisa que você nunca vai ouvir as feministas promoverem é submissão bíblica. O feminismo incentiva as mulheres a se rebelarem contra submissão e serem suas próprias autoridades).

Se isso não está claro, eu não sei o que está.
O feminismo e a feminilidade bíblica ficam diretamente em oposição um ao outro. O que Deus manda, o feminismo se rebela contra. O que Deus louva, o feminismo zomba. O que Deus sustenta como bom, o feminismo defende como opressivo.
O feminismo é um ataque direto ao design de Deus para a mulher e chegou a hora de nós chamarmos ele do que realmente é. Não é um movimento para o “bem” de todas as mulheres, mas é um movimento com uma agenda maléfica para tirar Deus da história e redefinir a feminilidade de acordo com seus próprios termos.
Mas antes de dar ao movimento feminista muito crédito para a redefinição de feminilidade, precisamos diminuir o zoom e ter um novo olhar. Precisamos responder a esta pergunta: “Por que o feminismo está redefinindo feminilidade?”
Quer percebamos ou não, há uma batalha muito maior acontecendo aqui (Ef. 6:12). Uma batalha muito mais profunda do que um movimento de mulheres.
Como cristãos – filhos de Deus – temos um grande inimigo.
O nosso maior inimigo (Satanás) amaria nada mais do que destruir nosso testemunho de mulheres cristãs. Por quê? Porque se ele pode nos levar a abandonar o projeto de Deus para a mulher, ele sabe que Deus será zombado. Deus será ridicularizado. As famílias vão desmoronar. Casamentos vão desmoronar. A moral desaparecerá. Promiscuidade reinará. Deus será rejeitado.
Se nós, como mulheres cristãs ignorarmos o projeto de Deus para a mulher em favor do feminismo, a Palavra de Deus será comprometida. A Palavra de Deus será rejeitada.
E é exatamente por isso que Tito 2 conclui com instruções para as mulheres dizendo a fim de que, “… a palavra de Deus não seja blasfemada.” Nós escolhemos obedecer a Palavra de Deus para que ele não seja insultado. Assim a Palavra de Deus não é criticada, atacada e protestada.
Ao escolher obedecer a Palavra de Deus e ativamente viver a sua concepção específica para a mulher, colocamos o Evangelho em exibição.
Nós mostramos ao mundo perdido que existe um Deus lá fora, e que podemos confiar nEle.
Eu oro para sermos mulheres fortes, que se humilham sob a autoridade da Palavra de Deus e escolhem obedecê-la. Oro para que rejeitemos a versão falsificada de feminilidade e abracemos plenamente o bom projeto de Deus. Deus tem um design bonito e incrível para a feminilidade, mas se formos orgulhosas, resistiremos a ela.
Que sejamos mulheres que fazem a Palavra de Deus crível pela maneira como vivemos. Como dizemos em nosso livro, Girl Defined: “O nosso mundo precisa desesperadamente ver mulheres cristãs que têm uma espinha dorsal e estão dispostas a dizer não para o mal e sim à justiça”.
Que sejamos essas mulheres.
Eu adoraria te ouvir.

• Você sente que tem uma resistência à feminilidade bíblica? Se sim, de que forma você precisa se humilhar diante de Deus e se submeter ao seu design?
• Você sente a necessidade de defender o feminismo? Se sim, porquê? Seu sentimento está enraizado na verdade de Deus ou nas ideias culturais?
Este post é uma tradução de um artigo de Kristen Clark, publicado originalmente no blog GirlDefined, traduzido e publicado com permissão da autora. O artigo original pode ser encontrado no link: The Feminist Attack on God’s Design for Womanhood
Publicado originalmente em: http://umsocorroameianoite.com.br/o-ataque-feminista-ao-projeto-de-deus-por-kristen-clark/
Um Socorro À Meia Noite
O  "Um Socorro à meia Noite" é um projeto incrível, clique para conhecer
08 outubro

A luta para dizer sim

Por , na sessão

Por: Lays Rosado
Então você está lá de pé com os olhos fechados sentindo toda aquela atmosfera, sendo irradiado pela presença de Deus e mesmo assim a dúvida assola a sua mente, aceitar ou não Jesus como Senhor e Salvador da sua vida? Pós e contras passam pela sua mente como relâmpagos, de tão rápido que estão seus pensamentos, sim ou não? afinal tomar essa decisão pode mudar sua vida completamente.
Ao mesmo tempo em que você se prende ao passado e tudo que você já fez, sua mente projeta uma vida na presença de Deus, fazendo a vontade do Pai e recebendo um amor que tanto precisa e quer acreditar. Agora não é só sua mente que está em conflito, seu corpo começa a se impulsionar involuntariamente para frente, você quer andar, quer correr até o altar, corpo e mente em pleno conflito e os dois clamando por salvação.
Nesse momento da sua existência só existe dois caminhos, ir até ao altar e declarar publicamente que você decide renunciar seu "eu" e viver para Cristo ou recusar a salvação por decidir que sua vida carnal é mais importante do que a salvação eterna da sua alma. A incerteza disso tudo é que se você disser não, poderá não ter mais nenhuma chance, você gostaria de correr esse risco? Claro que Deus é bom e nunca desiste de nós, suas misericórdias duram para sempre, mas às vezes a nossa breve vida aqui na terra não nos permite a ter várias oportunidades.
 E a este povo dirás: Assim diz o Senhor: Eis que ponho diante de vós o caminho da vida e o caminho da morte. Jeremias 21:8 
Se você decidiu tomar a decisão que eu tomei e renunciar suas vontades e desejos, e viver para Deus, e aquela presença que você sentia agora é mais forte que nunca, é diferente, você consegue sentir a presença de Deus como nunca sentiu, e com a maior certeza que você já teve na sua vida, finalmente você diz sim, EU ACEITO. Declarando isso você sente uma liberdade que nunca sonhou existir em sua vida, você finalmente é livre pelo sangue de Jesus, sua alma finalmente está satisfeita.
Porém se em meio ao seu conflito interno você decidir que não, que não está na hora, que você tem muito para curtir ainda no mundo, que você não merece o perdão de Cristo, seja lá qual for a desculpa que você mesmo se deu para recusar, irá voltar para casa vazio, como entrou naquele lugar. Talvez até arrependido, mas nada irá mudar em sua vida. A sua alma ainda vai estar clamando por socorro.
Se você ainda não escolheu ou teve a chance e desperdiçou, já aceitou e se desviou aproveite a próxima chance, não desperdice, Jesus te ama e quer cuidar de você por completo. 
Este é o terceiro de uma Série de Textos da Colunista Lays Rosado, "Ele me amou primeiro".



03 outubro

Carregando o peso do mundo

Por , na sessão



Quem nunca sentiu aquela sensação de estar “carregando o peso do mundo nas costas”? Eu já senti e tudo que irei escrever nesse texto é por experiência própria.

Em alguns momentos que ficamos tão sobrecarregados, com tantas coisas para resolver, fazer, tantas preocupações e ficamos tão ansiosas, preocupadas como será o resultado de tudo aquilo que está martelando em nossa mente,  que até para dormir se torna difícil, pois você não consegue desligar seus pensamentos e dizer para todos aqueles pensamentos “PARE, AGORA EU PRECISO DESCANSAR!”

Siga o "Asas do Onipotente" no Twitter

Nós temos que aprender a entregar tudo nas mãos do nosso Deus. Vivemos gritando aos quatro cantos do mundo o Salmo 37:5: “Entrega teu caminho ao senhor, confia nele e ele tudo fará.” Mas será que nós estamos colocando isso em prática? Estamos colocando tudo diante do senhor para ele cuidar e fazer conforme a sua vontade, agir da maneira que ele quer? Ou será que oramos entregando tudo a ele, mas ficamos ali segurando no problema?
Diz que já entregou tudo a ele, mas se desespera quando a situação foge do seu controle.

Contar tudo ao nosso Deus e não descansar, não é confiar. Eu digo que uma das coisas mais difíceis para fazermos é confiar inteiramente e ficar em paz, mesmo o nosso Deus falando inúmeras vezes em sua palavra que não devemos ter medo, não devemos nos preocupar, que o nosso único trabalho é confiar nele. Pois temos a mania de estar sobre o controle de tudo em nossas vidas, e quando isso não acontece nos desesperamos.

Para quê se preocupar, se para Deus as nações são como uma gota de água em um balde? (Isaías 40:15) Diante disso, nosso problema é algo demais para ele?

Jesus em um dos seus ensinamentos, falou para todos seus discípulos para que não se preocupassem com o que comer, pois era somente observar os Pássaros, pois era o senhor que os alimentavam e observassem também os lírios do campo, que nem mesmo Salomão em toda a sua riqueza, não se vestia tão bem quanto eles. (Mateus 6:25 – 34)
Sabemos que as aflições são muitas, e algumas nos levam até o nosso limite, mas devemos lembrar sempre que Deus venceu todas elas por nós.

Doença? Culpa? Ele já venceu tudo isso lá na Cruz do Calvário, não pegue um peso que já não é mais seu, livre-se dele. Sempre que algo desse tipo vir tirar a sua paz, lembre-se que Cristo também sabia que iriamos passar por dias turbulentos, e, sabendo disso,  ele nos deixa a sua palavra para nos lembrar que ele estará conosco até a consumação dos séculos, e que mesmo em dias que as situações tentam nos abater, sinta paz dentro de você, a paz que excede todo entendimento (Filipenses 4:7), a paz que o mundo não dá (João 14:27), a paz em meio as aflições, pois ele já venceu tudo!

Um dia rabisquei em uma folha qualquer uma frase que nunca fez tanto sentido como hoje: Algumas situações podem até sair de nosso controle, mas nunca do controle de Deus. Eu erro, ele não. Por isso não me desespero.

Não se desespere, ele está cuidando de tudo, está bom? Só confia nele!

Essas palavras foram escritas ao som da canção do vídeo abaixo, que queria compartilhar com você também!

26 setembro

O plano da Salvação

Por , na sessão

Por: Lays Rosado|

O plano de salvação em Cristo Jesus é resumido em um dos versículos mais conhecido da bíblia que diz: Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha vida eterna, João 3:16. A bíblia é um livro escrito por um criador apaixonado pela sua criação, de um Pai que ama seus filhos, de um irmão que fez de tudo para salvar seus irmãos, de um amigo que se sacrificou, de um intercessor que geme todos os dias por amor a você.
Um amor eterno que criou um plano perfeito envolvendo a trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, um divido em três, cuidando de cada um de nós. Depois de tantas idas e vindas a procura de algo que completasse nosso ser ao ouvir sobre Jesus, nossos olhos começam a enxergar outra realidade, uma que sempre esteve ali, mas nos recusávamos a aceitar.
A cada palavra, a cada hino, a cada canção, a cada leitura bíblica,  a cada verdade que escutamos sobre Jesus, nosso entendimento se abre para uma verdade que completa o nosso vazio. Mesmo assim, o medo ainda é um adversário enorme. Ele quer nos paralisar, a renúncia brinca com nossa capacidade de executá-la, começamos a achar que não somos merecedores de tanto amor, na verdade não somos, mas Ele se doou por amor. Então nossa autoestima cai ladeira a baixo, mesmo assim tem uma voz desesperada, gritando no volume mais alto, dentro de nós, e ela diz: "não tenha medo, não desista, aceite esse amor.
Nesse momento nos deparamos com o maior impasse de nossas vidas, essa decisão mudará nossa história eternamente. 
Quando lemos um texto, escutamos alguém falar do amor de Cristo ou ouvimos o apelo do pastor para aceitar Jesus, milhões de pensamentos e sentimentos fluem pelo nosso corpo. Mesmo assim conseguimos sentir a presença de algo sobrenatural a nossa volta, esperando só a nossa decisão para tomar conta dentro de nós. É Jesus batendo na porta do nosso coração pedindo permissão para entrar. Ele não invade as nossas vidas, assim como Ele se doou por nós, Ele deseja que nós venhamos nos entregar a Ele, e a decisão é inteiramente nossa.
Apesar dessa sensação maravilha e daquela voz dizendo para aceitarmos esse amor, existe outra voz, a sua própria voz lhe dizendo que: "você não merece, que já errou demais, que você não tem salvação, que você não vai conseguir, que é perca de tempo, que é melhor você ficar como está, fala que você é fraco(a), que gosta do pecado..."
E sabe de uma coisa, essa voz pode até falar algumas verdades, mas ela está enganada! Quando aceitamos a Jesus, nosso passado é apagado, ele não conta o tempo da ignorância, somos nova criatura e você sabe disso.  Agora a decisão é sua, aceita o amor de Jesus ou não?

Este é o segundo de uma Série de Textos da Colunista Lays Rosado, "Ele me amou primeiro".


Política de privacidade

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site

My Instagram